Vozes do Japão: Como as crianças estão vivendo a crise da COVID-19

Vozes do Japão: Como as crianças estão vivendo a crise da COVID-19

A seguir, são apresentados os resultados do questionário “Vamos ouvir as vozes das crianças”, organizado pelo Save the Children -Japão em março de 2020.

Realmente espero que a voz dos jovens seja ouvida e alcance os adultos.

“Não suporto que não possa ir ao centro de entretenimento e jogos, ao karaokê e à Disney World, que tinha planejado após fazer o vestibular para ingressar na escola secundária. Claro, entendo que não temos permissão para ir a lugares lotados. No entanto, enquanto eu jogava badminton com meu amigo em um parque não tão movimentado, um homem veio até nós e disse: “É por causa de jovens como vocês que saem muito e fazem com que a COVID-19 se espalhe.” No entanto, muitas pessoas e até os idosos vão ao salão de Pachinko. Até antes da COVID-19, as crianças eram informadas de que deveríamos sair e brincar em vez de jogar videogame em casa. Não consigo entender por que devemos ficar em casa agora. Nossa cerimônia de formatura foi realizada em escala menor e a apresentação do clube da banda de metais, à qual pertenço, foi cancelada. Eu pensei que era algo que eu tinha que aceitar a princípio, mas agora não sei o que fazer com adultos que estão sendo irracionais. Um amigo meu, que estava brincando no parque, também foi repreendido por seu vizinho: “Você não entende o quão perigoso é a COVID-19. Não saia de casa.” Devemos enfraquecer a nossa saúde ficando preguiçosos em casa? Meu pai e minha irmã encontram muitas pessoas todos os dias na estação de trem. Se um dos membros da nossa família for infectado pelo COVID-19, como eu poderia me proteger do vírus com um sistema imunológico enfraquecido? Ninguém, exceto meus amigos, entende como me sinto. Realmente espero que a voz dos jovens seja ouvida e alcance os adultos.”

Aluno da 3ª série do ensino médio na província de Kanagawa

Me preocupo se o país considera as crianças e seus direitos.

“Realmente sinto uma sensação de desconforto e perigo de não podermos oferecer a educação sem que o governo defina uma política de compensação pela perda de oportunidades educacionais. No dia seguinte ao pedido de fechamento de todas as escolas, foi dada uma explicação aos pais de que aqueles que não puderem cuidar de seus filhos durante a semana devido ao repentino anúncio serão apoiados através do centro de apoio escolar. No entanto, não é compreensível que não haja explicações e medidas do governo para a perda de oportunidades educacionais. Me preocupo se o país considera as crianças e seus direitos. É inaceitável que as oportunidades de aprendizagem dependam de recursos educacionais abertos. O país não deve apenas proteger sua economia, mas também atender aos direitos de seus cidadãos com mais seriedade.”

Aluno da 2ª série do ensino secundário na província de Kagoshima

Eu converso com as pessoas lendo os lábios. Portanto, não posso conversar com pessoas que usam máscara facial.

“Eu tenho uma deficiência auditiva e converso com as pessoas através da leitura labial. Portanto, não posso conversar com pessoas que usam máscara facial. Tornou-se comum que todos usem máscaras e não posso pedir que tirem as máscaras. Mas quero que os outros saibam que existem pessoas como eu. Aonde quer que vamos, todo mundo usa máscara e isso nos faz sentir como se estivéssemos excluídos e isolados porque nossa maneira de comunicar foi removida. Não sabia que seria tão difícil se comunicar com os outros. ”

Aluno da 2ª série do ensino secundário na província de Saitama

Estamos preocupados em não ter ninguém para nos ensinar durante esses tempos.

“Nossos professores geralmente nos ajudam preparar para o ensino médio, mas, mesmo assim, estamos preocupados se a vida escolar continuará como planejado. Todos os dias temos deveres de casa e, antes das férias escolares, recebemos muito. Gostaríamos de obter ajuda com perguntas, mas durante a tarde nossas mães não estão disponíveis. Estamos preocupados em não ter ninguém para nos ensinar durante esses tempos.”

Aluno da 6ª série da escola primária na província de Miyagi

Histórias selecionadas com o apoio da Rede de ONGs do Japão para Educação (JNNE).

Este blog faz parte de nossa série de blogs sobre a COVID-19, com o objetivo de destacar questões que afetam a educação, alunos e ativistas pelo direito à educação em todo o mundo, incluindo populações deslocadas, educação inclusiva e de adultos. Também estamos destacando questões através de perspectivas regionais da África, América Latina e vários blogs focados na juventude.

Fiquem atentos à nossa série de webinários relacionados com a COVID-19 para discussões mais aprofundadas.



Deixe uma resposta