Pandemia de COVID-19: Uma mensagem do presidente da CGE

Pandemia de COVID-19: Uma mensagem do presidente da CGE
Queridos membros,

Escrevo a todos no meio desta pandemia de COVID-19, que está sendo descrita como a maior ameaça global desde a Segunda Guerra Mundial. Diante do pânico, do desespero e do desânimo, é humano sentir-se sobrecarregado, impotente e ineficaz em termos de nossos esforços contínuos para alcançar os objetivos da CGE. É natural sentir que os incansáveis esforços que fizemos para progredir em nossas metas foram paralisados, se não enfraquecidos, pela trajetória desse vírus implacável.

No entanto, peço a todos que não percam a determinação. Peço a todos que observem o imenso potencial do espírito humano na manifestação de cooperação, solidariedade e realização de nossa interdependência, exibida por todas as partes interessadas nesta crise.

A nível global, despertamos para o conhecimento de que estamos todos no mesmo barco e que não resolveremos essa crise de saúde com abordagens individuais ou interesses seccionais. Uma abordagem comunitária e uma redistribuição de recursos de forma súbita e imediata tornaram-se uma realidade de um jeito nunca antes considerado possível.

Como membros da CGE, vamos nos apegar a essa imagem e projetá-la como um farol para seguir em frente quando esse vírus se dissipar. Deixemos que isso informe e fortaleça nossa contínua defesa pela igualdade de oportunidades, igualdade de acesso à educação, e pelos recursos para realizar nosso potencial como seres humanos.

Testemunhamos nossa capacidade e a possibilidade de reagir como comunidades, sociedades e nações, de forma coletiva, decisiva, imediata e coesa. Vamos continuar a defender para que a mesma rapidez e coesão sejam aplicadas ao cuidado e educação dos mais vulneráveis.   Se aprendemos alguma coisa com essa crise, é que a solidariedade é o único caminho a seguir. Portanto, devemos garantir que, após a COVID-19, pressionemos para que os mesmos princípios sejam aplicados para atender às necessidades mais essenciais da sociedade e continuemos a exigir a ação coletiva em relação aos nossos objetivos da CGE.

Como co-criadores e co-defensores em nossa campanha global pela educação, desejo a todos vocês, suas famílias e suas organizações, uma boa saúde e que fiquem seguros. Peço também que avancem com a mesma força, resiliência e determinação que foram tão evidentes nesta luta atual contra a COVID-19 e que todos demonstraram tão infalivelmente em seus esforços passados.

Muito tem sido feito – mas há muito mais a fazer. Não vamos perder isso de vista, na iminência desta crise.

Tão certo quanto o dia segue a noite, haverá uma luz no fim do túnel.

Em solidariedade,

Refat Sabbah, presidente da CGE



Deixe uma resposta